0

Padre chega bêbado e atrasado para funeral e agride presente

31 mar 2010
07h38
atualizado às 09h01

O padre da Igreja de Saint-Jean, na pequena localidade de Muret, no sul da França, chegou bêbado e atrasado para um funeral que realizaria, e, como se não bastasse, agrediu com um soco um dos presentes no velório, informa nesta quarta a imprensa local.

O pároco, cuja embriaguez foi confirmada por um exame, foi detido pela polícia e agora responderá na Justiça pela agressão que cometeu.

Segundo informações, por volta das 10h50 (5h50 de Brasília) de ontem, o padre, natural de Burkina Fasso e de 46 anos, chegou com atraso e visivelmente bêbado para o funeral.

"Ele cambaleava e mal conseguia falar. Insistiu em celebrar o velório, mas nós nos opusemos", disse ao jornal La Depeche uma das pessoas que foi à igreja.

Como o religioso só pronunciava sons sem sentido, os funcionários da funerária contratada interromperam o sermão e pediram ao pároco que se desculpasse com os familiares e amigos da mulher cujo corpo estava sendo velado.

O padre se recusou a atender ao pedido e reagiu violentamente, dando um soco em um amigo do filho da falecida. Pouco tempo depois, chegou a polícia, que, após comprovar que o sacerdote estava bêbado, levou-o detido.

Em nota, o arcebispado se disse "consternado" com o ocorrido, pediu perdão à família e à comunidade de Muret, e garantiu que tomará todas as medidas necessárias para que o pároco "consiga se livrar de sua dependência em relação ao álcool".

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade