6 eventos ao vivo

Violência étnica na Guiné deixa 10 mortos

16 jul 2013
11h04
atualizado às 11h08

Pelo menos 10 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas desde domingo em vários episódios de violência étnica no sudeste da Guiné.

"Ao menos 10 pessoas morreram, duas esta manhã e três durante a noite nas cidades de Kule e N'Zerekore", afirmou uma fonte do governo.

O médico François Lamah afirmou que mais de 60 feridos foram internados em hospitais de N'Zerekore.

"Alguns estão queimados, enquanto outros foram cortados com machados", disse o médico.

"Não podemos enfrentar esta situação, está acima de nossas capacidades", completou.

Um jornalista da rádio estatal RTG que mora em N'Zerekore afirmou que talvez nunca seja possível descobrir o número exato de pessoas mortas nos distúrbios, pois os corpos das pessoas atacadas com machados não são levados para os hospitais.

A violência entre os 'guerze' (etnia majoritária na região) e os 'konianke' começou no domingo, apesar do toque de recolher decretado pelo prefeito de N'Zerekore, Abubacar Mbup Camara, que pediu ajuda e solicitou reforços que ainda não chegaram à região.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade