2 eventos ao vivo

Tunísia decide enviar ex-primeiro-ministro de Khadafi para a Líbia

TÚNIS, 22 Mai 2012 (AFP) -A Tunísia decidiu extraditar para a Libia Al-Baghdadi Al-Mahmudi, ex-primeiro-ministro de Muamar Gadafi, detido desde o fim de setembro em território tunisiano, indicou nesta terça-feira o Ministério da Justiça.

"A decisão foi tomada por consenso, só falta nos coordenarmos com a parte líbia para determinar a data de extradição e resolver os procedimentos", declarou Nejib Gharbi, porta-voz do partido islamita Ennahda, majoritário no governo da Tunísia.

Uma fonte do palácio presidencial esclareceu que o decreto de extradição ainda não foi assinado.

Um dos advogados de Al-Mahmudi, Mabruk Kurshid, disse à AFP que a decisão "é uma vergonha para os direitos humanos na Túnisia e para a revolução tunisiana".

Primeiro-ministro líbio até os últimos dias do regime de Khadafi, Al-Baghdadi Al-Mahmudi foi preso no final de setembro e era alvo de duas ordens de extradição das autoridades líbias.

A justiça da Tunísia respondeu favoravelmente a ambas as demandas, mas o decreto de extradição nunca foi firmado pela presidência.

O presidente tunisiano, Moncef Marzuki, prometeu em janeiro a Trípoli que entregaria o ex-primeiro-ministro de Khadafi às novas autoridades líbias se estas lhe garantissem um "processo justo".

kl-cf/hba/avl/jg/dm

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade