0

Snowden recebeu do Equador documento de refugiado para viajar, diz Assange

24 jun 2013
13h40

O ex-funcionário da CIA Edward Snowden recebeu do governo do Equador um documento de refugiado para poder viajar já que os Estados Unidos revogaram seu passaporte, disse nesta segunda-feira o fundador do Wikileaks, Julian Assange.

Snowden "recebeu um documento de refugiado do governo do Equador", explicou Assange em uma conferência telefônica com jornalistas na qual esclareceu que isso não significa que este país já tenha concedido o asilo solicitado.

Assange disse também que Snowden está "são e salvo", que seu destino é o Equador através de uma rota "segura" e que o Wikileaks está buscando também opções de asilo para o jovem na Islândia e em outros países.

O ex-funcionário da Agência de Segurança Nacional (NSA), que divulgou a dois jornais informações sobre os programas secretos de espionagem do governo americano, "não expressou arrependimento por sua decisão de revelar essa importante informação ao público", comentou Assange.

Além disso, disse que instruiu a sua organização a fornecer ajuda a Snowden. Os custos de viagem e estadia do ex-técnico da CIA, desde sua saída de Hong Kong, vem sendo custeados pelo Wikileaks.

EFE   
publicidade