1 evento ao vivo

Putin afirma que Snowden está em aeroporto de Moscou

25 jun 2013
13h42
atualizado às 13h43

Delator de megaesquema de espionagem está na área de trânsito e é livre para deixar a Rússia, afirma presidente russo, que descarta extradição para os Estados Unidos.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (25/06) que Edward Snowden está na área de trânsito do aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, e deve deixar o país o quanto antes.

"Ele é um passageiro em trânsito e ainda lá está. Snowden é um homem livre. Quanto mais depressa escolher o seu destino final, melhor para nós e para ele", disse Putin durante uma visita à Finlândia, afastando assim qualquer possibilidade de extradição para os Estados Unidos.

O presidente sublinhou que a Rússia não tem um tratado de extradição com os Estados Unidos e rebateu as acusações americanas de um suposto envolvimento russo na viagem que levou o ex-consultor de informática de Hong Kong para a Rússia.

"É verdade que Snowden veio para Moscou. Para nós foi completamente inesperado", disse Putin, acrescentando que as acusações contra a Rússia são infundadas.

Segundo Putin, Snowden, por ser um passageiro em trânsito, não precisa de visto nem de nenhum outro documento, sendo livre para comprar um bilhete e viajar para onde quiser. "Ele não ultrapassou a fronteira russa e, por isso, não precisa de visto", disse.

Snowden, funcionário de uma empresa privada subcontratada pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, revelou em 9 de junho aos jornais britânico The Guardian e americano The Washington Post a existência de dois programas de vigilância de comunicações telefônicas nos EUA e de comunicações via internet no exterior.

O profissional de informática, de 30 anos, refugiou-se em Hong Kong e, no domingo passado, dias depois de ter sido formalmente acusado pelos Estados Unidos de espionagem, viajou para Moscou. Na segunda-feira, vários órgãos de imprensa afirmaram que ele viajaria para Havana, mas o jovem não embarcou no avião e, até as declarações de Putin, o seu paradeiro era incerto.

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
publicidade