2 eventos ao vivo

Países de raízes turcas fazem acordo para criar rede de televisão

11 set 2015
20h59
  • separator
  • comentários

As nações de língua túrquica selaram nesta sexta-feira em Astana a criação de uma rede de televisão voltada a essa comunidade, durante o quinto encontro do conselho de cooperação de países turcoparlantes.

O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, ressaltou "as boas relações entre os países de raízes turcas, a cooperação e o entendimento mútuo" durante a reunião do conselho, integrado por Azerbaijão, Cazaquistão, Quirguistão e Turquia.

Nazarbayev considerou temas prioritários o corredor do Cáspio, que classificou como uma "prova de confiança" entre os países de raízes turcas, e a construção da estrada da rota da seda, "que seguirá o traçado das antigas caravanas que viajavam até a Europa".

Além disso, ele mostrou apoio à criação de um canal de televisão, que deve receber financiamento estatal "a fim de se tornar uma realidade".

O presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, afirmou que a "imprensa não reflete objetivamente os problemas do mundo" e citou como exemplo o conflito que ocorre há décadas entre seu país e a Armênia.

"Nagorno Karabakh é território azerbaijano, está ocupado pelos armênios e as informações que em algumas ocasiões são transmitidas internacionalmente não se atêm à realidade", disse.

"Nosso território foi ocupado pela Armênia, e os azerbaijanos tiveram que deixar suas casas e migrar a outras partes de nosso país", acrescentou o presidente.

Aliyev se mostrou partidário de um canal de televisão que "mostre a realidade objetivamente".

O presidente do Quirguistão, Almazbek Atambayev, ressaltou a mudança experimentada pela sociedade com as novas tecnologias.

Atambayev também manifestou sua aprovação à ideia de um canal de televisão com "informações objetivas".

Biskek sediará em 2016 a sexta cúpula do conselho de cooperação dos países de raízes turcas.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade