5 eventos ao vivo

UE pede cautela a Líbano e Israel após tiroteio na fronteira

3 ago 2010
16h02
atualizado às 16h20

A alta representante de Política Externa e de Segurança Comum da União Europeia (UE), Catherine Ashton, pediu nesta terça-feira cautela a Líbano e Israel depois da troca de fogo entre os Exércitos dos dois países, que deixaram cinco mortos.

"Gostaria de expressar séria preocupação com a recente troca de tiros na fronteira entre Israel e Líbano e peço às partes envolvidas a máxima cautela", disse Ashton em nota oficial. No texto, ela transmite condolências às famílias das vítimas deste "terrível incidente" e apoia uma investigação dos eventos.

Ashton pede aos dois países que deem "passos imediatos" para evitar uma escalada das tensões. Ela também solicita o respeito à resolução 1701, que pôs fim à guerra entre o Exército israelense e o grupo xiita Hisbolá, há quatro anos.

O incidente - no qual morreram três soldados libaneses, um jornalista e um soldado israelense - eclodiu quando um grupo de soldados israelenses quis cortar árvores na chamada "linha azul", divisa elaborada pela ONU para confirmar a retirada de Israel de território libanês em 2000, após 22 anos de ocupação.

EFE   

compartilhe

publicidade