Oriente Médio

publicidade
03 de abril de 2013 • 15h31 • atualizado às 15h43

Taliban afegão mata 44 em ataque suicida dentro de tribunal

 

Nove homens-bomba do Taliban se mataram e a mais 44 pessoas nesta quarta-feira em um ataque dentro de um tribunal no oeste do Afeganistão, onde 10 de seus companheiros estavam sendo julgados, disse uma autoridade local.

Provocando o maior número de mortos em um único ataque desde 2011, os militantes, que tinham explosivos amarrados ao corpo, invadiram o complexo do governador na capital da província de Farah, na fronteira com o Irã, onde o julgamento estava acontecendo.

Trinta e quatro mortos eram civis, o restante membros das forças de segurança afegãs, disse o porta-voz do governador, Abdul Rahman Zhwandai. O Taliban disse que todos os seus 10 combatentes que estavam sendo julgados foram libertados.

"Enviamos várias advertências ao governo de Farah, dizendo-lhes para não trabalharem ali", disse o porta-voz do Taliban Qari Yousuf Ahmadi.

A província de Farah, onde tropas italianas e norte-americanas estão estacionadas, viu uma rápida deterioração na segurança no ano passado, com funcionários do governo sendo cada vez mais alvejados, e um reagrupamento de redes de insurgentes, segundo a rede de Analistas do Afeganistão (AAN).

(Por Sharaf Stanekzai)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.