0

Rússia condena atentados "bárbaros" na Turquia e pede investigação

13 mai 2013
10h52
atualizado às 11h33

A Rússia condenou nesta segunda-feira os atentados do fim de semana na Turquia perto da fronteira com a Síria, cuja autoria Ancara atribuiu a grupos ligados ao regime de Damasco.

"Condenamos com firmeza estes atos terroristas", afirma um comunicado do ministério russo das Relações Exteriores.

"Estes acontecimentos exigem uma minuciosa investigação. Os culpados devem ser punidos", completa a nota.

"Esperamos que estes acontecimentos trágicos não provoquem uma escalada da situação na região".

As explosões na cidade de fronteira de Reyhanli deixaram 48 mortos e mais de 100 feridos.

As autoridades turcas responsabilizaram o governo sírio e afirmaram que a "linha vermelha" foi ultrapassada, o que autoriza Ancara a adotar medidas de represália.

A Turquia apoia a rebelião síria no conflito com o regime de Damasco e recebeu 400.000 refugiados sírios em seu território.

A Rússia é um dos últimos aliados do regime sírio.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade