0

Refugiados sírios na Turquia podem chegar a 200 mil, diz ONU

28 ago 2012
12h42
atualizado às 13h22

O número de refugiados sírios na Turquia pode chegar a 200 mil com o aprofundamento do conflito e muitos outros poderiam fugir para a Jordânia. "O aumento no número de sírios que chegam à Turquia foi dramático. Comparado com semanas anteriores, em que vimos cerca de 400 a 500 pessoas chegando por dia, estamos vendo picos de até 5 mil pessoas em um dia nas últimas duas semanas", disse Melissa Fleming, porta-voz-chefe do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur), em coletiva.

Salam Farrouh, 4 anos, brinca com outras crianças no campo de Bab Al-Salameh; ela figiu da Síria com a família
Salam Farrouh, 4 anos, brinca com outras crianças no campo de Bab Al-Salameh; ela figiu da Síria com a família
Foto: AP

Crise na Síria: origens, capítulos, impasses e destinos
Infográfico: linha do tempo conta a história do conflito na Síria
Especial: luta por liberdade revoluciona norte africano e península arábica

Um número crescente de crianças desacompanhadas também está aparecendo nos campos de refugiados, disse o ACNUR. Refugiados da província síria de Deraa relataram bombardeios por aviões ou morteiros em seu trajeto para cruzar a fronteira. "Nós já estamos olhando para potencialmente até 200 mil e estamos trabalhando com o governo turco para fazer os planos necessários", afirmou outra porta-voz, Sybella Wilkes, à Reuters.

Esse número incluiria os mais de 74 mil refugiados sírios já registrados na Turquia, que está construindo pelo menos cinco novos campos além dos nove existentes. Nas últimas 24 horas, mais de 3 mil sírios cruzaram a fronteira com a Turquia, com outros 7.000 esperados nos próximos dias. Autoridades turcas têm procurado assistência do Acnur e de outras agências, disse Fleming.

"Mas eles vão continuar fornecendo acesso e abrindo as fronteiras aos sírios que fogem do conflito", disse ela. O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Ahmet Davutoglu, pediu na segunda-feira mais ajuda de outros países com a crescente crise dos refugiados. Na semana passada, Davutoglu sugeriu que as Nações Unidas podem precisar criar uma "zona de segurança" no interior da Síria.

Fleming disse que essa era uma questão para o Conselho de Segurança da ONU, que as organizações humanitárias da ONU não conseguiam resolver. No total, 214.120 sírios foram registrados em quatro países vizinhos -Jordânia, Iraque, Líbano e Turquia - superando a previsão do Acnur de 185 mil para este ano. O ritmo de refugiados sírios chegando ao acampamento Za'atri no norte da Jordânia dobrou, com 10.200 chegando na semana passada, anunciando o que poderia ser um movimento de maior massa, disse ela.

"Nós acreditamos que poderia ser o início de um fluxo muito maior, enorme, para a Jordânia", afirmou Fleming. Cerca de 70.000 refugiados sírios estão agora registrados ou aguardam registro na Jordânia, apesar de milhares mais não terem se inscrito para a assistência, de acordo com o Acnur.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade