2 eventos ao vivo

Rebeldes líbios roubam armas químicas de arsenal de Kadafi

Substâncias incluem gás mostarda (iperita) e sarin; temor é que armas caiam nas mãos do Estado Islâmico

21 fev 2015
15h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Muammar Kafadi foi morto em meio à Primavera Àrabe</p>
Muammar Kafadi foi morto em meio à Primavera Àrabe
Foto: AFP

Armas químicas do arsenal do regime de Muammar Kafadi foram roubadas na Líbia e estariam nas mãos de insurgentes rebeldes, de acordo com a imprensa internacional.

A quantidade exata de armas roubadas não foi divulgada. No entanto, uma fonte do Exército líbio afirmou ao jornal Asharq al-Awsat que "grandes quantidades" foram pegas por rebeldes para serem usadas contra as forças do governo.

Os arsenais secretos de Kadafi, morto em 2011, em meio à Primavera Árabe, contêm substâncias como gás mostarda (iperita) e sarin. As autoridades temem que as armas caiam nas mãos de extremistas do grupo Estado Islâmico (EI, ex- Isis), que tem avançado sobre a Líbia nos últimos dias e já domina a cidade de Derna.

A situação na Líbia já preocupa a Europa, principalmente a Itália, que foi colonizadora do país. O tema da crise líbia e do avanço do EI foi levado esta semana para o Conselho de Segurança das Nações Unidas, após o Egito iniciar um bombardeio unilateral contra alvos dos extremistas, os quais decapitaram três cristãos egípcios.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

Veja também:

Maior edifício impresso em 3D da Europa está em construção
Fonte: ANSA
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade