0

Presidente iemenita afirma que só deixará o poder pelas urnas

21 fev 2011
06h58
atualizado às 07h35

O presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, no poder há 32 anos, afirmou nesta segunda-feira em uma entrevista coletiva que só deixará o cargo "por meio das urnas", em um momento no qual manifestantes exigem sua renúncia.

"Me pedem que saia, mas não sairei a não ser por meio das urnas", declarou Saleh à imprensa. Milhares de pessoas protestavam nesta segunda-feira diante da Universidade de Sanaa, foco de uma revolta na capital, para exigir a queda do regime iemenita.

A concentração acontece um dia depois da oposição parlamentar ter anunciado apoio ao movimento de protesto, liderado até então pelos estudantes.

Saleh, que governa o Iêmen desde 1978, prometeu em 2 de fevereiro adotar reformas e não disputar um novo mandato nas eleições de 2013, mas as promessas não acalmaram o descontentamento popular.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade