1 evento ao vivo

Presidente Hugo Chávez não participará na reunião do Mercosul

6 dez 2012
08h41
atualizado às 09h46

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, não participará na reunião de cúpula do Mercosul de sexta-feira em Brasília, a primeira de seu país como membro pleno do bloco regional, informou nesta quinta-feira o ministério das Relações Exteriores do Brasil.

"O presidente Chávez não virá à reunião, a Venezuela estará representada por (o chanceler e vice-presidente) Nicolás Maduro", disse uma fonte da chancelaria.

Chávez, que não aparece em público desde 15 de novembro, viajou no dia 27 de novembro a Cuba para um tratamento médico vinculado ao câncer que foi diagnosticado em 2011, e do qual se declarou curado.

O presidente, 58 anos, seria submetido em Cuba a um tratamento de oxigenação hiperbárica, depois de ter concluído há seis meses vários ciclos de radioterapia para combater o câncer, do qual nunca informou a localização exata.

Ao contrário do que aconteceu na maioria das viagens anteriores à ilha, não houve discurso de despedida antes de embarcar no avião, mensagens no Twitter ou fotografias na imprensa.

Apenas um comunicado do jornal oficial cubano Granma foi publicado em sua chegada a Havana e vários membros do governo afirmaram que Chávez está bem. Chávez, reeleito em outubro, havia anunciado a intenção, a princípio, de participar da reunião do Mercosul.

A adesão da Venezuela, aprovada pelos presidentes do Mercosul em julho (com exceção do Paraguai, suspenso do bloco após a destituição do ex-presidente Fernando Lugo), é a primeira ampliação do bloco desde que foi fundado em 1991 por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Já confirmaram presença na reunião os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, e Uruguai, José Mujica, assim como os chefes de Estado da Bolívia, Evo Morales, e Equador, Rafael Correa, associados ao bloco regional e que terão as entradas debatidas no encontro.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade