1 evento ao vivo

Premiê iraquiano alerta para novo conflito religioso

25 abr 2013
10h04
atualizado às 10h43

O primeiro-ministro iraquiano Nuri Al Maliki advertiu nesta quinta-feira contra as tentativas de reativar a "guerra civil confessional", em um contexto de proliferação de atos de violência que deixaram mais de 140 muertos desde el martes.

Maliki pediu aos religiosos, jornalistas e todos os que se preocupam com o país que "tomem a iniciativa de não ficar silenciosos frente a pessoas que querem levar o país à guerra civil confessional".

Mais de 140 pessoas morreram desde terça-feira no Iraque, em sua maioria em distúrbios relacionados com as manifestações sunitas contra Maliki, de confissão xiita.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade