Oriente Médio

publicidade
02 de fevereiro de 2013 • 12h07 • atualizado às 12h38

Polícia saudita detém mulher que dirigia em companhia do marido

Uma mulher de cidadania turca que dirigia um carro em companhia de seu marido foi detida na cidade de Sihat, no leste da Arábia Saudita, onde é proibido que mulheres conduzam veículos, informa neste sábado em seu site o jornal local Al Sharq.

A publicação, que cita uma fonte policial da província oriental de Al Qatif, disse que, no momento da detenção, o marido, que é saudita, explicou que estava ensinando sua esposa, de 40 anos, a dirigir.

Os agentes pediram ao marido que fosse à sede do departamento de trânsito para abrir uma investigação. É provável que as autoridades liberem a mulher depois que seu marido se comprometa a não repetir o fato que alegou.

A Arábia Saudita é governada por uma monarquia com poderes absolutos, e no país rege uma estrita interpretação da "sharia", ou lei islâmica, que impõe a segregação de sexos em espaços públicos. As mulheres não podem dirigir ou sequer viajar para fora do país desacompanhadas de um homem da família, entre outras restrições.

EFE