0

Liga Árabe condena fechamento da Esplanada das Mesquitas

5 out 2009
07h04
atualizado às 08h24

O secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, condenou nesta segunda o fechamento da Esplanada das Mesquitas em Jerusalém, ordenado ontem pelas Forças de Segurança israelenses.

Em comunicado emitido hoje, Moussa também pediu ao Conselho de Segurança da ONU e ao Quarteto para que assumam sua responsabilidade na manutenção da paz e na segurança na região.

Moussa denunciou as agressões das Forças de Segurança israelenses contra os manifestantes palestinos que enfrentaram a polícia israelense em protesto pelo fechamento da Esplanada das Mesquitas e pela tentativa de um grupo de ultraortodoxos judeus de entrar na Esplanada no dia 27 de setembro.

As queixas do líder da Liga Árabe acontecem um dia depois que o Ministério de Assuntos Exteriores jordaniano convocou o embaixador de Israel em Amã para protestar pelas "contínuas violações" israelenses em Jerusalém Oriental e especialmente contra a Mesquita de Al-Aqsa e "os outros templos muçulmanos e cristãos".

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade