3 eventos ao vivo

Israelense da polêmica do “anão diplomático” deixa cargo

Ex-porta-voz estava no cargo desde 2008

2 set 2014
08h09
atualizado às 08h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Palmor tem 28 anos de carreira diplomática e, de acordo com ele, a decisão de deixar o cargo de porta-voz do ministério foi realizada em março
Palmor tem 28 anos de carreira diplomática e, de acordo com ele, a decisão de deixar o cargo de porta-voz do ministério foi realizada em março
Foto: Twitter

O ex-porta-voz do Ministério de Relações Exteriores de Israel deixou o cargo, nesta segunda-feira, após seis anos de trabalho. Segundo informou Yigal Palmor ao Jornal Nacional, o motivo da aposentadoria foi porque ele queria fazer “algo diferente” e passar “mais tempo com a família”.

Palmor tem 28 anos de carreira diplomática e, segundo ele, a decisão de deixar o cargo de porta-voz do ministério foi tomada em março, antes, portanto, da polêmica em que esteve envolvido com a diplomacia brasileira, após declarar que o Brasil é “ao mesmo tempo, um gigante econômico e um anão diplomático”.

A polêmica aconteceu em 24 de julho, no auge dos ataques de Israel à Gaza, considerados “desproporcionais” por diversos líderes. Em uma resposta irônica, Yigal Palmor disse que "quando um jogo termina em empate você acha proporcional, e quando é 7 a 1 é desproporcional. Lamento dizer, mas não é assim na vida real e sob a lei internacional".

Faixa de Gaza: entenda o conflito Faixa de Gaza: entenda o conflito
Conheça um pouco mais sobre a região, que tem um quarto do tamanho do município de São Paulo, mas uma enorme importância para a história do Oriente Médio

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade