PUBLICIDADE

Israel alerta para ameaça de ataque contra judeus na Tunísia

Segundo o comunicado, as ameaças estão vinculadas à proximidade da festa judaica do Lag Baômer, que este ano será celebrada em 7 de maio

2 mai 2015 17h57
| atualizado às 18h19
ver comentários
Publicidade
Premiê de Israel, Benjamin Netanyahu. 08/03/2015
Premiê de Israel, Benjamin Netanyahu. 08/03/2015
Foto: Gali Tibbon / Reuters

Israel advertiu neste sábado (02) que há "ameaças concretas" de atentados contra judeus ou israelenses na Tunísia, informou o organismo encarregado da segurança, subordinado ao premiê, Benjamin Netanyahu.

"Informações atualizadas indicam que há projetos de atentados contra alvos israelenses e judaicos na Tunísia", reportou a instituição por meio de um comunicado, destacando que se tratam de "ameaças concretas".

Siga o Terra Notícias no Twitter 

Segundo o comunicado, as ameaças estão vinculadas à proximidade da festa judaica do Lag Baômer, que este ano será celebrada em 7 de maio. Durante esta festividade, realiza-se a peregrinação à tumba dos grandes rabinos de Israel, mas também na Tunísia, sobretudo em Djerba, onde vive uma das últimas comunidades judaicas do mundo árabe.

Todos os anos, milhares de peregrinos, vindos sobretudo da França e de Israel, se reúnem para a festa de Lag Baômer em Djerba. Em 11 de abril de 2002, um atentado contra a sinagoga de la Ghriba, em Djerba, atribuída à rede Al-Quaeda, deixou 19 mortos.

Em vista destas ameaças, o comunicado aconselha evitar ir à Tunísia.

Vídeo mostra autores de massacre em museu na Tunísia:
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade