1 evento ao vivo

Israel construirá nova cerca na fronteira com a Síria

6 jan 2013
12h19
atualizado às 12h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou neste domingo que Israel construirá uma nova cerca de segurança ao longo de sua linha de armistício com a Síria para proteger o Estado hebreu de "infiltrações e do terrorismo". Ao discursar no início da reunião semanal do gabinete, Netanyahu afirmou que a nova barreira ao longo da fronteira de Israel com o Egito, que substitui uma mais velha, já estava quase pronta. 

Guerra civil na Síria: origens, capítulos, impasses e destinos
Quem são os oposicionistas sírios?
Infográfico: linha do tempo conta a história do conflito na Síria
Especial: luta por liberdade revoluciona norte africano e península arábica

"Temos intenções de estender uma cerca idêntica, com algumas mudanças necessárias devido às condições diferentes, ao longo das Colinas de Golã", sustentou em declarações divulgadas por seu gabinete. "Nós sabemos que atualmente do outro lado de nossa fronteira com a Síria o Exército se retirou e que foi substituído por elementos internacionais da jihad (guerra santa)", explicou. "Portanto, devemos proteger esta fronteira de infiltrações e de terrorismo, como fizemos com sucesso ao longo da fronteira no Sinai", insistiu.

Netanyahu acrescentou que "a questão das armas químicas aqui nos interessa. Estamos coordenando nossa inteligência e nossas avaliações com os Estados Unidos e outros, para estar preparados diante de qualquer situação e acontecimento". Israel tomou o controle do Golã da Síria durante a Guerra dos Seis Dias, em 1967, e o anexou em 1981, uma ação que nunca foi reconhecida pela comunidade internacional.

Veja também:

'Estamos nos humilhando para viver': as cenas da luta por oxigênio em Manaus
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade