3 eventos ao vivo

Iraque: ataque suicida deixa pelo menos 38 mortos em Kirkuk

12 jul 2013
18h34
atualizado às 19h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Pelo menos 38 pessoas morreram nesta sexta-feira à noite em um atentado suicida contra um café em Kirkuk, no norte do Iraque, informou o médico responsável pelo necrotério local, doutor Chakur Ahmed Ibrahim. Com mais esse atentado, sobe para 260 o número de pessoas mortas em atos violentos no Iraque desde o início do mês, de acordo com um registro da AFP.

O atentado, que também deixou 25 feridos, foi cometido às 22h30 (horário local) por um suicida que usava um cinturão de explosivos, no bairro de Wahd Hozeran. As ruas estavam cheias, no final de mais um dia de jejum pelo Ramadã. Depois da explosão, centenas de pessoas correram para o necrotério, em busca de familiares desaparecidos. As forças de segurança cercaram as ruas da cidade, acrescentou o doutor Ibrahim.

Mais cedo nesta sexta, nove pessoas, incluindo um general da polícia, foram mortas em ataques contra as forças de segurança. Na véspera, uma série de episódios violentos já havia deixado 56 mortos, segundo fontes médicas e de segurança. O general Sabri Abed Issa visitava uma mesquita em uma cidade perto de Charqat, ao noroeste de Bagdá, quando foi pego em uma emboscada, disseram a polícia e o médico legista.

Em Muqdadiya, a nordeste da capital, um policial aposentado foi morto na frente de casa por um grupo armado. Perto de Bakuba, um membro de milícias anti-Al-Qaeda morreu na deflagração de uma bomba. Em Mossul, também no norte, um suicida matou quatro policiais e deixou um ferido, quando "jogou" seu carro-bomba contra uma barreira. Um outro policial foi morto por um artefato explosivo em uma estrada no sul de Mossul, enquanto um civil morreu nessa cidade na explosão de seu carro, no qual uma bomba foi colocada.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade