12 eventos ao vivo

Irã evita resposta em 1ª reunião sobre programa nuclear

5 abr 2013
08h52
atualizado às 10h28
  • separator
  • 0
  • comentários

A primeira sessão plenária da quinta rodada de negociações nucleares entre o Grupo 5+1 e o Irã terminou nesta sexta-feira na cidade de Almaty, no Cazaquistão, sem que Teerã tenha respondido à proposta das grandes potências sobre enriquecimento de urânio.

 Saeed Jalili é o negociador-chefe do Irã sobre a questão nuclear
Saeed Jalili é o negociador-chefe do Irã sobre a questão nuclear
Foto: AP

"O Irã não deu nenhuma resposta", disse um porta-voz europeu do Grupo 5+1 (os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU - China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia - mais Alemanha) à agência russa Interfax. As duas partes fizeram um intervalo em suas consultas e a delegação iraniana foi até uma mesquita para fazer a oração das sextas-feiras.

Enquanto, o subsecretário do Alto Conselho de Segurança Nacional iraniano, Ali Bageri, assegurou que seu país tinha apresentado suas próprias propostas às grandes potências. "Hoje de manhã o doutor Saeed Jalili apresentou um plano de propostas específico em nome da República Islâmica do Irã para iniciar uma nova cooperação com os seis países" do Grupo 5+1, disse em entrevista coletiva em Almaty.

Bageri reconheceu que esse plano faz parte do pacote de propostas apresentado já pelo Irã ao Grupo 5+1 na rodada realizada o ano passado em Moscou.Além disso, o diplomata iraniano deixou entrever que as negociações poderiam continuar amanhã, sábado, a fim de criar uma nova plataforma de cooperação entre as duas partes.

<p>Participantes dos EUA, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha se preparam para o início das negociações com representantes do Irã, em Almaty, no Cazaquistão</p>
Participantes dos EUA, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha se preparam para o início das negociações com representantes do Irã, em Almaty, no Cazaquistão
Foto: Ilyas Omarov / Reuters

Por sua vez, segundo a agência oficial iraniana Irna, Jalili destacou uma aproximação de posturas durante as negociações de hoje, já que, na sua opinião, a postura do Grupo 5+1 é "mais realista".

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, convocou o Irã a dar uma resposta clara e concreta à proposta "justa e equilibrada" feita pelo Grupo 5+1 na quarta rodada do fim de fevereiro em Almaty.

O porta-voz da Alta Representante da União Europeia, Michael Mann, disse hoje em Almaty que o sexteto está disposto a reconhecer o direito do Irã a enriquecer urânio, mas este país deve garantir o caráter pacífico de seu programa nuclear.

Jalili assegurou ontem a sua chegada ao Cazaquistão que espera que o Grupo 5+1 reconheça seu direito a desenvolver tecnologia nuclear e a enriquecer urânio.

Depois de mais de dois anos de negociação sem avanços, na rodada anterior o sexteto propôs a suspensão do enriquecimento de urânio a 20% no Irã, mas não chegou a exigir o desmonte da usina de processamento nuclear subterrânea de Fordo.

Em contrapartida, o grupo se mostrou disposto a suspender as sanções impostas ao comércio de ouro e de metais preciosos entre Irã e outros países, mas não mencionou questões financeiras nem o embargo europeu do petróleo iraniano.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade