0

Homens armados sequestram tripulantes de avião turco no Líbano

9 ago 2013
08h49
atualizado às 09h48
  • separator
  • 0
  • comentários

Um piloto da Turkish Airlines e um colega foram sequestrados no Líbano, nesta sexta-feira, por homens armados que os retiraram de um ônibus que deixava o aeroporto de Beirute no início da manhã.

Soldados libaneses patrulham rua que dá acesso ao aeroporto de Beirute após o sequestro do avião
Soldados libaneses patrulham rua que dá acesso ao aeroporto de Beirute após o sequestro do avião
Foto: Reuters

Um grupo que se autodenomina como "Os Visitantes do Imã Reza" reivindicou a autoria, afirmando através de um comunicado que enviou uma mensagem às autoridades turcas dizendo que não vai libertar os dois funcionários "até o retorno dos peregrinos libaneses" xiitas sequestrados em maio de 2012 na província de Aleppo na Síria.

Esse mesmo grupo já exigiu em junho do ano passado a libertação dos libaneses raptados na Síria, segundo um comunicado divulgado na época pela emissora libanesa "Al Jadeed".

A Turquia, que busca consolidar seu papel como uma potência no Oriente Médio, tem apoiado os rebeldes que lutam para derrubar o presidente sírio, Bashar al-Assad, e pode ter influência sobre combatentes que capturaram libaneses xiitas perto da fronteira entre a Turquia e a Síria, no ano passado.

O restante da tripulação estava a salvo em um hotel de Beirute e retornará para a Turquia em breve, disse ele. Um diplomata turco disse que os dois turcos foram capturados por volta das 3h da manhã (horário local), quando homens armados pararam o veículo que transportava a tripulação da Turkish Airlines a seu hotel na capital libanesa.

O embaixador da Turquia no Líbano, Inan Ozyildiz, confirmou que homens armados sequestraram hoje dois cidadãos turcos, o piloto e o copiloto de um avião da Turkish Airlines, após interceptar o ônibus no qual se deslocavam. Em entrevista à emissora libanesa "LBC", Ozyildiz se disse esperançoso de que as autoridades libanesas trabalhem pela libertação dos pilotos.

As autoridades estão interrogando o motorista do veículo, que é membro da família libanesa Zeaiter, um dos clãs xiitas mais poderosos e com envolvimento em vários sequestros.

Não é a primeira vez que cidadãos turcos são sequestrados no Líbano desde o rapto dos 11 peregrinos xiitas libaneses. Os familiares dos xiitas acusam o governo turco de adiar as negociações e fizeram protestos em frente às sedes da embaixada turca e da Turkish Airlines na capital libanesa.

No entanto, o xeque Abbas Zgheib, delegado pelo Alto Conselho Islâmico Xiita para tratar desse assunto, e o porta-voz dos familiares dos reféns libaneses, Hayat Awali, negaram em declarações à imprensa local que estão por trás do sequestro dos dois pilotos turcos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade