0

Forças do regime sírio bombardeiam Al Quseir pelo 4º dia

22 mai 2013
08h28
atualizado às 09h01
  • separator
  • 0
  • comentários

Os bombardeios contra a cidade de Al Quseir, perto da fronteira com o Líbano, continuaram pelo quarto dia consecutivo nesta quarta-feira e coincidiram com enfrentamentos entre as forças do regime de Damasco e os insurgentes.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que os soldados do regime bombardearam esta manhã diferentes pontos de Al Quseir, simultaneamente aos confrontos em sua periferia, na cidade de Shamsin.

Os Comitês de Coordenação Local, de oposição, informaram hoje que durante o dia de ontem aconteceram 365 ataques das forças do regime contra diferentes pontos da província de Homs (centro), a maioria deles em Al Quseir.

Os ataques foram realizados com barris de explosivos e diferentes tipos de projéteis.

Ainda não se sabe o número de vítimas causadas pelos bombardeios e os enfrentamentos de hoje.

A agência de notícias estatal síria, "Sana", afirmou que o exército frustrou uma tentativa de um suposto grupo terrorista de se infiltrar do Líbano pelas regiões de Halat, Ozeir e Oyun al Shara, na cidade de Tal Kalaj, na província de Homs e próxima à fronteira com o Líbano.

A agência, que cita uma fonte oficial, ressalta que a maioria dos "terroristas", como o regime chama os insurgentes, morreu ou ficou ferida.

No último dia 19, o regime, apoiado por milicianos do grupo xiita libanês Hezbollah, segundo a oposição, iniciou uma ofensiva sobre Al Quseir com uma série de intensos ataques aéreos, que deixaram dezenas de mortos.

Al Quseir é uma cidade estratégica por sua proximidade à fronteira com o Líbano e sua localização entre este e a cidade de Homs, e entre Damasco e os redutos do regime do litoral mediterrâneo, onde vive uma maioria alauita, confissão da família Assad.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade