1 evento ao vivo

Filme anti-Islã gera distúrbios em Jerusalém Oriental

14 set 2012
12h50
atualizado às 15h13
  • separator
  • comentários

Centenas de palestinos enfrentaram nesta sexta-feira as forças de segurança israelenses depois que estas lhes impediram de chegar até o consulado dos Estados Unidos em Jerusalém Oriental, onde pretendiam protestar contra um filme que satiriza o profeta Maomé.

Manifestantes palestinos são refletidos na viseira de capacete de policial israelense durante protesto em Jerusalém oriental
Manifestantes palestinos são refletidos na viseira de capacete de policial israelense durante protesto em Jerusalém oriental
Foto: AP

Veja imagens do polêmico filme anti-Islã
Origem de vídeo pivô de protestos é motivo de dúvidas e confusão
Filme polêmico põe EUA sob pressão no Egito, Líbia e Iêmen
Protestos, dia 1: egípcios rasgam bandeira dos EUA
Protestos, dia 2: embaixador dos EUA é morto na Líbia
Protestos, dia 3: embaixada dos EUA no Iêmen é cercada




Após a oração da sexta-feira na Mesquita de al Aqsa, na Cidade Antiga de Jerusalém, centenas de palestinos foram ao Portão de Damasco (uma das entradas da Cidade Antiga) gritando contra o filme e os Estados Unidos, segundo a imprensa local.

Ao chegarem ao portão, os manifestantes tentaram ir ao consulado dos EUA, mas foram bloqueados por policiais, que usaram bombas não-letais. Os manifestantes responderam atirando pedras e deixaram um policial ferido, segundo o site do jornal Ha'aretz . Quatro manifestantes foram detidos após os protestos.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade