Oriente Médio

publicidade
09 de dezembro de 2012 • 12h29 • atualizado às 13h08

Em busca de internet própria, Irã lança versão do Youtube

 

O Irã lançou neste domingo sua própria versão do Youtube para promover "produtos de valor", anunciou o vice-presidente do órgão de rádio e televisão nacional (Irib), Lotfollah Siahkali. "A partir de agora, as pessoas podem utilizar este site para postar seus vídeos ou ver as produções da TV iraniana", declarou.

Siahkali pediu que os usuários postem vídeos sobre as celebrações da Ashura, uma das datas mais importantes do calendário xiita, para que "as pessoas de todo o mundo possam se familiarizar com a cultura iraniana". O Youtube, assim como vários sites estrangeiros, é constantemente censurado no país.

O governo também abriu uma página no Facebook, na qual o conteúdo é aprovado pelo ministério da Cultura e da Orientação Islâmica. As autoridades anunciaram o lançamento gradual de uma "internet nacional".

Com mais de 36 milhões de internautas em 75 milhões de habitantes, o Irã é o país do Oriente Médio mais conectado à internet, que teve um grande papel nas manifestações populares contra a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad em 2009. O site está pode ser acessado em Mehr.ir (Mehr significa afeto em farsi).

AFP