7 eventos ao vivo

EI joga cinco homossexuais do alto de um edifício no Iraque

9 out 2015
14h44
atualizado às 15h12
  • separator
  • comentários

O Estado Islâmico (EI) assassinou nesta sexta-feira (9) cinco jovens acusados de serem homossexuais atirando-os do alto de um edifício no sul da cidade de Mossul, capital da província de Ninawa, no Iraque.

Acusados de homossexualidade foram atirados do alto de um edifício no Iraque
Acusados de homossexualidade foram atirados do alto de um edifício no Iraque
Foto: Daily Mail / Reprodução

O presidente da comissão de direitos humanos da província, Gazuan Hamed, disse à Agência Efe que depois do assassinato os membros do EI jogaram pedras nos corpos.

Hamed denunciou que os jihadistas estão perpetrando crimes contra a humanidade em Mossul, onde, segundo ele, "a brutalidade desta organização alcançou seus níveis mais altos".

O EI assassinou mais 120 pessoas, jogando-as do alto, após acusá-las de "praticar sodomia e de desvio sexual".

O grupo terrorista degolou em março, em público, outros quatro jovens homossexuais em Mossul, onde a organização aplica desde o ano passado a sharia, a interpretação radical da lei islâmica.

Em 10 de junho de 2014, o EI ocupou Mossul e amplas partes do norte do Iraque, o que forçou centenas de milhares de pessoas a abandonarem seus lares.

Pouco depois, proclamou um califado nos territórios sob seu controle no Iraque e na Síria.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade