12 eventos ao vivo

Doze mortos em onda de atentados no Iraque

16 mai 2013
10h52
atualizado às 11h24

Pelo menos 12 pessoas morreram nesta quinta-feira em dois atentados em Bagdá e em vários ataques contra as forças de segurança no norte do Iraque, um país onde a tensão entre sunitas e xiitas aumenta, informaram várias fontes locais.

Segundo uma fonte do Ministério do Interior, seis pessoas perderam a vida e 17 ficaram feridas na explosão de um carro-bomba em Sadr City, bairro xiita do subúrbio de Bagdá.

Outro carro-bomba explodiu no setor de Kamaliya, na capital, deixando três mortos e nove feridos, segundo uma fonte dos serviços de segurança.

Por outro lado, homens armados assassinaram o irmão do deputado sunita Ahmad al-Massari, na região de Al-Bayaa, a sudoeste de Bagdá, segundo uma fonte do Ministério do Interior.

Em Mossul (350 km ao norte de Bagdá), um terrorista suicida que jogou seu carro-bomba contra um posto de controle do Exército, matou dois militares e feriu três, de acordo com um oficial do Exército.

Outro carro-bomba que tinha como alvo uma patrulha do Exército na região de Faisalia, a leste de Mossul, deixou dois soldados feridos, segundo uma fonte militar.

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, considerou nesta quinta que a onda de violência no país é o resultado do "ódio interconfessional".

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade