0

Coalizão internacional destrói centro de treinamento do EI perto de Mossul

28 ago 2015
15h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Aviões da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos bombardearam nesta sexta-feira um centro de treinamento do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) perto da cidade iraquiana de Mossul, onde pelo menos 12 combatentes morreram e outros 20 ficaram feridos.

O responsável de segurança da União Patriótica do Curdistão (UPK) iraquiana, Gayaz al Suryi, disse à Agência Efe que o ataque foi lançado na zona de Al Sehayi, cerca de 15 quilômetros de Mossul, situada no norte do Iraque.

Segundo Al Suryi, grande parte dos feridos são combatentes recém-incorporados ao EI, que estavam sendo adestrados no manejo de armas e na preparação de atentados.

O bombardeio aéreo destruiu também vários edifícios do centro de treinamento, além de seis veículos militares.

Além disso, os aviões de combate da coalizão internacional destruíram dois armazéns de munição e armamento dos jihadistas, situados em uma área industrial de Mossul.

Estes bombardeios ocorrem horas depois que 19 combatentes do EI, entre eles dois líderes, morreram, e outros sete ficaram feridos em ataques da coalizão ao sul e ao norte de Mossul.

Entre os jihadistas mortos figuram Ahmed Jamil, responsável militar do EI, e outro identificado como Abu Hayer al Suri, de nacionalidade síria.

O EI conquistou Mossul em 10 de junho de 2014 e declarou um califado nas regiões sob seu domínio no Iraque e na Síria, onde controla amplas zonas e várias cidades.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade