1 evento ao vivo

Bush defende invasão do Iraque: "me sinto confortável com o processo"

24 abr 2013
23h04
atualizado em 25/4/2013 às 00h25
  • separator
  • 0
  • comentários

O ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush disse em entrevista transmitida nesta quarta-feira que se sente "confortável" com sua decisão de invadir o Iraque em 2003, a qual foi motivada pelo temor de armas de destruição em massa que nunca foram encontradas.

"Eu me sinto confortável com o processo pelo qual a decisão foi tomada. Acho que a derrocada de Saddam Hussein foi a decisão correta, não apenas para nossa própria segurança, como também para dar às pessoas a oportunidade de viver em uma sociedade livre", declarou W. Bush, em entrevista à emissora ABC.

"No que me diz respeito, o debate terminou, quer dizer, fiz o que fiz. E os historiadores finalmente julgarão essas decisões", acrescentou.

A invasão dos EUA ao Iraque conseguiu derrubar o regime de Saddam Hussein, mas abriu caminho para uma prolongada insurgência, na qual já morreram mais de 4,4 mil soldados americanos e muitos mais ficaram feridos. Estima-se ainda que milhares de civis tenham morrido na violência após a invasão.

Na entrevista, o ex-presidente também se referiu à eleição presidencial de 2016, sugerindo o nome de seu irmão caçula para a corrida pela Casa Branca. "Será um candidato maravilhoso, se decidir fazer isso", disse W. Bush, ao ser consultado sobre as perspectivas presidenciais de Jeb, ex-governador da Flórida, na véspera da inauguração de sua biblioteca presidencial no Texas (sul dos EUA).

"Ele não precisa do meu conselho, porque sabe qual é, é 'se lance' (na corrida)", afirmou W. Bush. "Mas se ele vai fazer isso ou não, é uma decisão muito pessoal", acrescentou.

Se fosse eleito, Jeb seria o terceiro Bush a ocupar a presidência, depois de seu irmão e de seu pai, George H. W. Bush, mantendo o poder nas mãos da família de uma forma nunca vista anteriormente nos EUA.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade