1 evento ao vivo

Brahimi aceita continuar como mediador para a Síria, segundo ONU

9 mai 2013
15h46
atualizado às 16h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, convenceu Lakhdar Brahimi a continuar a ser o mediador para o conflito na Síria, após Rússia e Estados Unidos terem lançado uma iniciativa política conjunta, informou nesta quinta-feira um funcionário das Nações Unidas.

Lakhdar Brahimi aceitou continuar a ser o mediador para o conflito na Síria
Lakhdar Brahimi aceitou continuar a ser o mediador para o conflito na Síria
Foto: AFP

Ban pediu ao enviado das Nações Unidas e da Liga Árabe "que permaneça em seu cargo, e ele aceitou", indicou à imprensa o secretário-geral adjunto da ONU, Jan Eliasson, ao elogiar os esforços da Rússia e dos Estados Unidos para acabar com o conflito que se prolonga há dois anos.

Brahimi manifestado sua intenção de renunciar ainda este mês devido à frustração diante da incapacidade das grandes potências de apoiar uma saída negociada para o conflito, segundo diplomatas.

Mas o anúncio feito na terça-feira pelo secretário de Estado americano, John Kerry, e pelo chanceler russo, Sergei Lavrov, de que convocariam uma conferência internacional sobre a Síria, deu fôlego para que mantivessem as negociações políticas para o fim da guerra.

Brahimi elogiou na quarta-feira este anúncio, que chamou de "primeira notícia esperançosa sobre este país em muito tempo", embora tenha advertido que é "apenas um primeiro passo".

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade