0

Atentados contra duas mesquitas xiitas deixam 13 mortos no Iraque

20 mai 2013
16h31
atualizado às 16h34

Pelo menos 13 pessoas morreram e 71 ficaram feridas nesta segunda-feira no momento da oração da noite, em dois atentados contra duas mesquitas xiitas em Hilla, 95 km ao sul de Bagdá, indicou a polícia.

Uma bomba explodiu no interior da mesquita de Al-Wardiya, enquanto um homem-bomba acionou seus explosivos dentro da mesquita de Al-Graita.

As mesquitas, sunitas ou xiitas, são alvos cada vez mais frequentes de atentados desde o início do ano.

Sexta-feira, dois homens-bomba detonaram seus explosivos perto de uma mesquita sunita em Baquba, na província de Diyala, ao norte de Bagdá, matando 41 pessoas.

Dois dias depois, o primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, fez pediu orações conjuntas entre sunitas e xiitas.

"Aqueles que atacam mesquitas são inimigos dos sunitas assim como dos xiitas, e procuram acirrar o conflito" religioso, declarou em um comunicado.

As tensões aumentaram entre Maliki, que é xiita, e a minoria sunita, que exige a renúncia do chefe de Governo e o fim da estigmatização de sua comunidade pelas autoridades.

Além da profunda crise política, o país vive nos últimos dias uma onda de violência que causou mais de 80 mortes desde domingo à noite.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade