PUBLICIDADE

Ataques aéreos deixam ao menos 6 mortos em cidade do Iêmen tombada pela Unesco

12 jun 2015 14h44
ver comentários
Publicidade

Ataques aéreos da coalizão liderada pela Arábia Saudita mataram pelo menos seis pessoas, relatou nesta sexta-feira a agência de notícias estatal iemenita Saba, e destruíram parte da Cidade Velha de Sanaa, que foi tombada como patrimônio histórico da humanidade pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

Casas destruídas por ataque aéreo em Sana. 12/06/2015
Casas destruídas por ataque aéreo em Sana. 12/06/2015
Foto: Mohamed al-Sayaghi / Reuters

A ofensiva, que começou nas primeiras horas do dia, também deixou vários feridos, reduziu cinco casas a escombros e danificou outros edifícios, afirmou a agência controlada pelos rebeldes houthis.

A Cidade Velha é habitada há quase 2.500 anos e tem uma grande quantidade de torres de vigilância, mercados de rua labirínticos, mesquitas e casas de banho.

“Ouvimos gritos na viela perto das 3h (21h no horário de Brasília), depois que os ataques sauditas atingiram a área, e corremos para fora e encontramos três casas totalmente destruídas”, disse Abdullah, morador da Cidade Velha, à Reuters. “Começamos a cavar para tirar as vítimas e seis horas mais tarde conseguimos retirar só cinco (corpos), todos da mesma família”.

Há mais de 11 semanas um agrupamento militar encabeçado pela Arábia Saudita vem bombardeando os houthis, atualmente o grupo dominante no Iêmen, na tentativa de reinstalar o presidente exilado, Abd Rabo Mansur Hadi.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou na sexta-feira que 2.584 pessoas forma mortas e que 11.065 foram feridas até o momento no conflito iemenita. Conversas mediadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) devem acontecer em Genebra na segunda-feira para tentar encontrar uma solução para a crise, que deixou 80 por cento da população necessitada de alguma forma de ajuda humanitária.

(Reportagem adicional de Stephanie Nebehay, em Genebra)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade