0

Após problemas, navio com helicópteros russos retorna à Síria

24 jun 2012
10h54
atualizado às 11h47

O barco "MV Alaed", que transportava helicópteros Mi-25 da Rússia, retomou viagem para a Síria, depois de interromper a jornada por um problema com o seguro, relatou a Interfax neste domingo, com base numa fonte militar.

O navio voltou à Rússia para evitar ser interceptado, e estava no porto de Murmansk (sul) à espera de novas ordens, indicou a companhia russa Femco, operadora deste cargueiro. A embarcação "está esperando novas instruções", indicou a Femco em um comunicado.

A notícia deve gerar críticas internacionais à Rússia. O envio de armas aos sírios havia sido reprovado pelos Estados Unidos e pela Liga Árabe.

"Uma fonte militar e diplomática disse à Interfax em Moscou de que o navio irá de Murmansk para a Síria. Pela informação, o navio teria escolta", afirmou a agência de notícias. De acordo com a fonte, que falou sob condição de anonimato, o navio não seria acompanhado de embarcações militares.

O relato da agência não menciona como o navio resolveu o problema com o seguro.

As potências ocidentais e a Rússia estão divididas sobre a Síria. As primeiras pedem a saída de Assad e sanções da ONU para que o plano de paz do emissário internacional Kofi Annan seja aplicado, enquanto os russos rejeitam a ingerência estrangeira no país.

Com informações das agências AFP e Reuters

Fonte: Terra
publicidade