0

Após polêmica, Merkel diz que Holocausto foi responsabilidade alemã

21 out 2015
17h11
  • separator
  • 0
  • comentários

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou nesta quarta-feira que "não há razão para mudar" a visão de seu país da história após o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, apontar uma responsabilidade palestina no Holocausto.

Na entrevista coletiva conjunta após seu encontro com Netanyahu em Berlim, Merkel afirmou que a Alemanha está convencida da "responsabilidade" do nacional-socialismo de Adolf Hitler no extermínio de seis milhões de judeus.

"Por isso não vemos nenhuma razão para mudar nossa visão sobre a história e, especialmente, sobre esta questão", ressaltou.

Segundo a chanceler, será preciso explicar "várias vezes às gerações futuras", por exemplo, nas escolas, sobre a responsabilidade alemã no genocídio judeu.

Netanyahu, por sua vez, reiterou sua declaração de ontem segundo a qual o então mufti de Jerusalém, Hajj Amin El Hosseini, pediu a Adolf Hitler para que exterminasse os judeus.

"Hitler é o responsável pelo Holocausto", declarou o primeiro-ministro israelense diante de Merkel, para em seguida voltar a dizer que o mufti "apoiou a solução final" e que "há depoimentos que mostram" que ele inclusive pressionou Hitler e outros altos dirigentes do regime para que cometessem o genocídio.

Além disso, ele criticou o presidente palestino, Mahmoud Abbas, por permitir que se tenha "glorificado" o mufti nos livros de história, enquanto para ele se trata de "um criminoso de guerra" e um "colaborador" do regime nazista.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade