1 evento ao vivo

Al-Qaeda reivindica morte de 48 soldados sírios no Iraque

11 mar 2013
06h52
atualizado às 07h19

O Estado Islâmico no Iraque (ISI), braço da Al-Qaeda, reivindicou o ataque que matou 48 soldados sírios e nove guardas iraquianos na semana passada no Iraque, segundo um comunicado divulgado na internet.

Os soldados sírios estavam refugiados no Iraque para fugir dos combates contra os rebeldes em território sírio.

O comboio sírio foi atacado quando passava pela província de Al-Anbar, oeste do Iraque, no caminho de volta à Síria.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade