2 eventos ao vivo

AIEA debate programa nuclear de Israel pela 1ª vez em 20 anos

10 jun 2010
11h27
atualizado às 11h56

O conselho de representantes da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) comemorou nesta quinta em Viena seu primeiro debate sobre o programa nuclear de Israel em quase 20 anos, em uma tentativa dos países árabes de aumentar a pressão contra o Estado judeu após o recente ataque a um comboio marítimo que transportava ajuda humanitária para a Faixa de Gaza.

Sob o título de "capacidades nucleares de Israel", o bloco de 18 Estados árabes colocou o assunto na agenda da reunião, contra a rejeição dos Estados Unidos e da União Europeia (UE), entre outros.

Ao contrário do Irã, que está sob uma inspeção exaustiva da AIEA, Israel não assinou o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), por isso não está exposto a controles de não-proliferação, da mesma forma que a Índia, o Paquistão e a Coreia do Norte.

Especialistas internacionais estimam que Israel dispõe de um arsenal nuclear desde o final da década 60, algo que o governo israelense nunca negou nem confirmou.

EFE   
publicidade