0

ONU faz homenagem aos ativistas dos direitos humanos

10 dez 2010
18h05
atualizado às 19h09

As Nações Unidas homenagearam nesta sexta-feira, Dia dos Direitos Humanos, os ativistas dos direitos humanos, já que seu trabalho é "fundamental para conseguir liberdade, paz, desenvolvimento e justiça em qualquer lugar do mundo".

Nesta data especial para a organização, quando se completam 62 anos da aprovação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a ONU quis esquecer por um momento as declarações, leis e convenções sobre o tema e render tributo a todos os que na vida real dedicam seus esforços a conseguir que se respeitem esses direitos.

"Embora as leis de proteção e promoção sejam indispensáveis", o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, defendeu em mensagem divulgada por ocasião desta celebração que, "com frequência, o progresso depende de mulheres e homens valentes que lutam para proteger seus direitos e os dos demais e se empenham em fazer deles uma realidade".

Esse é o motivo pelo qual este ano se decidiu dedicar a celebração do Dia dos Direitos Humanos a seus defensores, que, segundo a ONU, é "um grupo muito variado de pessoas".

"Algumas pertencem a organizações da sociedade civil, outras são jornalistas ou mesmo cidadãos particulares que decidem atuar após presenciar abusos que os afetam diretamente", explicou Ban.

EFE   
publicidade