1 evento ao vivo

Nova Zelândia condena capitão de navio que encalhou em recife

25 mai 2012
08h10

O capitão e o navegador do navio cargueiro que encalhou em um recife na costa da Nova Zelândia no ano passado foram condenados nesta sexta-feira a sete meses de prisão, informa a agência

Leonil Relon (esq.) e Mauro Balomaga acompanham o julgamento que terminou com as suas condenações, em Tauranga
Leonil Relon (esq.) e Mauro Balomaga acompanham o julgamento que terminou com as suas condenações, em Tauranga
Foto: AP

AP

. O acidente, considerado o pior desastre ambiental da história do país, provocou o vazamento de 400 toneladas de combustível no recife de Astrolabe, nas proximidades de Tauranga. Pelo menos 2 mil aves morreram como consequência do vazamento.

O capitão Mauro Balomaga e o navegador Leonil Relon, ambos das Filipinas, já haviam assumido a culpa pelas acusações de terem operado o navio MV Rena de forma perigosa e por alterar documentos após o acidente. A investigação do caso apontou que os operadores da embarcação tentaram pegar atalhos para chegar ao porto de destino dentro do prazo esperado.

Keith Manche, o diretor da Marinha neozelandesa, afirmou à AP nesta sexta-feira que a dupla confessou alterações no GPS do navio, no plano de passagem e em computadores para tentar ludibriar as autoridades. "Esse crime também é muito sério porque provocou genuína confusão para os investigadores", disse. Ele ainda acrescentou que a investigação de casos de naufrágio é essencial para evitar novos incidentes.

Os destroços do navio MV Rena, de bandeira grega, permanecem no recife após a sua estrutura ter se partido em dois. A proa está sobre a água, enquanto a popa afundou. Equipes de resgate ainda prosseguem lentamente o trabalho de remoção de contêineres.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade