1 evento ao vivo

Obama diz que escolas devem fechar caso gripe suína piore

29 abr 2009
09h55
atualizado às 14h14

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quarta que as escolas americanas deveriam pensar em suspender suas atividades caso se agrave a propagação da gripe suína, que fez sua primeira vítima fatal no país.

Obama: É hora de 'precaução máxima'

"A situação é grave e merece a adoção de maiores precauções", afirmou Obama. "Todos devemos nos manter atentos e peço às autoridades locais que notifiquem as autoridades federais quando um caso for identificado", acrescentou. O presidente afirmou ainda que o governo "vigia a situação de perto e de modo contínuo".

Obama ressaltou que as escolas devem planejar a suspensão temporária de suas atividades caso surjam mais casos de gripe suína no país. Além disso, "as famílias devem considerar as opções" dosponíveis na hora de mandar suas crianças para algum lugar.

"Se uma escola é fechada, o envio das crianças para uma creche não é uma opção. Se alguém está doente, deve ficar em casa, em vez de ir trabalhar ou à escola. E se há crianças doentes, devem ficar em casa", afirmou.

O diretor interino do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, em inglês), Richard Besser, confirmou hoje a primeira morte por gripe suína nos EUA: um bebê de quase 2 anos, que morreu no estado do Texas.

Numa entrevista à rede de TV CNN, Besser não deu muitos detalhes do caso da criança morta. Ele apenas disse que é cedo demais para determinar a rapidez com que o vírus da doença se propaga.

EFE   

compartilhe

publicidade