Sites relacionados
João Paulo II


Fale conosco

 Notícias por e-mail
O Novo Papa
Terça, 19 de abril de 2005, 12h57  Atualizada às 16h08
Cardeal alemão Joseph Ratzinger é o novo papa
 
AP
Joseph Ratzinger é eleito o novo papa no segundo dia do conclave
Joseph Ratzinger é eleito o novo papa no segundo dia do conclave
Saiba mais
» Rezei para alguém mais forte ser eleito, diz Papa
» Bento XVI retoma na quarta audiências do Papa
» Papa assegura que irá 'em breve' a Baviera
» 'Meu programa é ouvir Deus', diz Papa Bento XVI
» Sodano continuará sendo secretário do Vaticano
» Joseph Ratzinger é eleito o novo papa
» Perfil: conheça o Sumo Pontífice
Multimídia
Animações
» Como se elege o novo papa
Animações
Áudio e vídeo
» Papa quebra protocolo e desfila de papamóvel
» Papa diz que veio para servir, não reverenciado
Galeria de fotos
» Bento XVI recebe fiéis alemães
» Papa Bento XVI conduz sua missa inaugural
» Presentes comemoram missa inaugural
» Papa Bento XVI passeia de papamóvel
 Últimas de O Novo Papa
» Papa defende paz e direito de existir de Israel
» Casa de Bento XVI vira maquete para trenzinhos elétricos
» Papa Bento XVI visitará Polônia em junho de 2006
» Vaticano exclui homossexuais do sacerdócio
O cardeal alemão Joseph Ratzinger, 78 anos, é o novo papa. Bento XVI foi o nome escolhido pelo pontífice para assumir a Igreja Católica.

» Perfil: Ratzinger, o 1º papa alemão desde a Idade Média
»
Fórum: opine sobre a escolha do novo papa
»
Vídeo: Conclave escolhe Ratzinger, o novo Papa Bento XVI
»
Especial: Leia mais sobre a escolha do novo Papa

Os 115 cardeais reunidos em conclave na Capela Sistina, no Vaticano, elegeram Ratzinger nesta terça-feira como o novo papa, o 265º da história da Igreja Católica, anunciado ao mundo com a tradicional fumaça branca e as badaladas dos sinos da Basílica de São Pedro. A eleição do sucessor de João Paulo II ocorreu na quarta votação, no segundo dia de conclave.

As primeiras declarações
O novo papa Bento XVI disse em suas primeiras declarações que é um humilde trabalhador da vinha do Senhor. O Pontífice, emocionado, acrescentou que o consolava saber que Deus "sabe trabalhar" e atuará com "instrumentos insuficientes" para que ele possa fazer seu pontificado. "E sobretudo confio em vossas orações", acrescentou.

Depois de ser anunciada ao mundo sua eleição como 265º papa da história da Igreja católica, Joseph Ratzinger apareceu no balcão central da fachada do Palácio Apostólico, em frente à Praça São Pedro.

O novo papa parecia emocionado e nervoso, e seus olhos demonstravam que ele dormiu pouco nos últimos dias. Seu primeiro encontro com os romanos, dos quais passa a ser bispo, durou poucos minutos - suficientes para que ele fosse aclamado.

Lembrou seu antecessor, João Paulo II, do qual foi braço direito durante anos. Antes de deixar o balcão, Bento XVI deu a bênção Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo inteiro).

Anúncio gera dúvidas
A fumaça saiu da chaminé da Capela Sistina às 17h50 (12h50 de Brasília) com uma cor escura, e os sinos da Basílica de São Pedro não badalaram, confundindo os milhares de fiéis reunidos na Praça São Pedro.

Quinze minutos mais tarde, começaram a badalar os sinos, levando certeza a todo o mundo de que o novo papa havia sido escolhido. O anúncio do sucessor de João Paulo II foi recebido com gritos e aplausos pelos fiéis que aguardavam na Praça São Pedro.

Em seguida, o trânsito em Roma ficou caótico, e milhares de pessoas começaram a se deslocar para o Vaticano.

» Leia todas as notícias sobre a sucessão


 

EFE

Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.