inclusão de arquivo javascript

 
 

Livro diz que Hitler pode ter nascido na Alemanha

20 de dezembro de 2002 17h27

Adolf Hitler pode ter nascido na Alemanha, e não na pequena cidade de Braunau, na Áustria, conforme se acreditava até agora. Pelo menos foi o que disse hoje um escritor alemão.

Egon Fein, que acaba de publicar um livro sobre o ditador alemão, disse que descobriu em sua pesquisa indicações de que Hitler nasceu na cidade alemã de Simbach, e não em Braunau, na fronteira da Áustria com a Alemanha. A afirmação é um tema explosivo para alemães e austríacos, que há muito tempo tentam empurrar a nacionalidade de Hitler uns para os outros.

De acordo com Fein, o pai de Hitler era um oficial alfandegário da Áustria na fronteira com Braunau. No dia em que Hitler nasceu - 20 de abril de 1889 - sua mãe, Klara, foi ao escritório para levar-lhe o jantar.

"Ela não o encontrou no lado austríaco, mas sim no outro lado do Rio Inn, na Bavária", disse Fein, jornalista e historiador de Nuremberg, em seu livro Hitler's Weg nach Nuernberg (O Caminho de Hitler para Nuremberg). Ela estava no lado do rio na Bavária quando foi levada repentinamente para o hospital em Simbach para um parto de emergência. A pesquisa de Fein também foi publicada pelo jornal Bild, o mais vendido da Alemanha, nesta semana.

Fein disse que moradores da região contaram a história de que os pais levaram a criança para Braunau horas depois do nascimento para evitar problemas burocráticos, e disseram que nascera em Braunau. "A história pode soar sensacionalista, mas acredito que seja possível, mesmo que eu não possa provar com documentos", disse Fein. "Não há documentos sobre o nascimento de Hitler porque ele destruiu tudo. Nunca se saberá o que realmente aconteceu", afirmou Fein, que já publicou diversos livros. "Não é improvável, entretanto, que ele tenha nascido na Bavária".

Durante o trabalho Fein entrevistou um padre católico chamado Alois Duerlinger, que lhe contou a história, passada entre gerações de autoridades católicas locais. "A história é bem plausível", disse Duerlinger. Ele disse que ouviu o relato de um padre que já morreu. "Muitas mulheres deram à luz enquanto trabalhavam nos campos", disse. "Para evitar complicações burocráticas com as autoridades, o local de nascimento com frequência era trocado nos papéis oficiais".

Hitler entrou para o Exército da Bavária no começo da Primeira Guerra Mundial, em 1914. Ele tornou-se cidadão alemão oficialmente em 1932.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.