inclusão de arquivo javascript

 
 

Presidente tcheco defende substituição da UE por nova organização

18 de julho de 2005 09h26

O presidente da República Tcheca, Vaclav Klaus, defende a criação de uma Organização de Estados Europeus, que substituiria a atual União Européia, informa nesta segunda-feira o jornal tcheco Hospordarske Noviny.

Esse sistema, segundo o dignatário tcheco, permitiria aos cidadãos da Europa "colocar-se de acordo sobre as questões comuns apenas mediante seus representantes nacionais". Segundo Klaus, "a organização deveria também ter sua Constituição, que serviria de garantia contra a restrição das liberdades humanas".

Para o político conservador, presidente honorário do opositor e eurocético Partido Democrática Cidadão (ODS), o fracasso do processo de ratificação do Tratado sobre a Constituição da UE é um erro da elite política, "que queria unificar a Europa sem consultar os cidadãos".

Klaus, ao mesmo tempo, não põe em questão assuntos como uma maior cooperação econômica, o sistema Schengen de controle fronteiriço, as instituições judiciais européias e o processo de ampliação para o leste, diz o diário.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.