inclusão de arquivo javascript

 
 

Irã diz que diálogos podem ser "última chance" do Ocidente

12 de janeiro de 2011 09h44 atualizado às 11h09

Conversações entre o Irã e as potências mundiais referentes ao programa nuclear da República Islâmica a serem realizadas na Turquia na próxima semana podem ser "a última chance" para o Ocidente, disse uma autoridade iraniana nesta quarta-feira.

Segundo a agência oficial de notícias Irna, o embaixador do Irã para a Agência Internacional de Energia Nuclear, Ali Asghar Soltanieh, advertiu que uma vez que o Irã consiga produzir seu próprio combustível para um reator de pesquisa médica, o país pode não retornar a qualquer negociação no futuro se a reunião em Istambul fracassar.

"Pode ser a última chance, porque ao instalar varas de combustível produzidos pelo Irã no centro do reator de pesquisa de Teerã, o Parlamento provavelmente não permitirá que o governo negocie ou envie urânio para fora do país, e a reunião em Istambul pode ser a última chance para o Ocidente para voltar às negociações", disse Soltanieh à mídia francesa, segundo a agência.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.