inclusão de arquivo javascript

 
 

Coreia do Norte qualifica seu arsenal nuclear como 'preciosa espada'

24 de outubro de 2010 09h47 atualizado às 14h07

A Coreia do Norte afirmou neste domingo que seu arsenal nuclear serve como uma "preciosa espada", no momento em que informações não confirmadas garantem que Pyongyang se prepara para realizar um terceiro teste nuclear.

Esta declaração coincide com a visita à Coreia do Norte de uma delegação militar chinesa e com os preparativos para a sucessão do líder Kim Jong-il. A Coreia do Norte "estava inteiramente em seu direito quando optou por ter acesso à arma nuclear", comentou a agência de imprensa norte-coreana KCNA, acrescentando que o país comunista precisava se proteger.

A Coreia do Norte justifica desde sempre seu programa de armamento nuclear pela possibilidade de combater uma ameaça similar dos Estados Unidos. "O Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP) não cumpre seus objetivos", acrescentou no sábado à noite a agência KCNA. "Isto obrigou a Coreia do Norte a sair do TNP (em 2003) e iniciar uma dissuasão nuclear legítima para proteger sua soberania e segurança", continuou a agência.

O jornal sul-coreano Chosun Ilbo, o de maior tiragem do país, informou na quinta-feira que a Coreia do Norte parecia se preparar para um novo teste nuclear, citando uma fonte governamental não identificada. Segundo o jornal, satélites americanos detectaram movimentos de pessoas e veículos no local onde Pyongyang realizou seus dois primeiros testes nucleares.

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.