inclusão de arquivo javascript

 
 

Perguntas e respostas sobre as ondas gigantes

Milhares de pessoas morreram depois que ondas gigantes provocadas por um tremor atingiram áreas costeiras no sul e no leste da Ásia. Brian Baptie, um sismólogo da British Geological Survey, explicou como a onda - ou tsunami - foi criada.

  • Tudo sobre o tsunami
  • Veja imagens ampliadas

    Em termos geológicos, o que aconteceu?
    Sumatra, no noroeste da Indonésia, fica na junção das placas tectônicas. A superfície da Terra é formada por várias placas tectônicas diferentes, e elas estão todas se movendo. A placa que fica sob o Oceano Índico está se movendo mais ou menos para o nordeste, o que faz com que ela se colida com Sumatra. E, na medida em que a colisão ocorre, a placa do Oceano Índico é pressionada sob Sumatra e, com a pressão, ela se rompe. E é isso o que causa o tremor.

    Este abalo sísmico é um dos mais fortes já registrados. Houve uma ruptura ao longo da fissura de cerca de mil quilômetros de comprimento, e isso gera um deslocamento vertical de cerca de dez metros. O deslocamento no leito marinho gerou este enorme tsunami.

    Como a onda se desenvolve?
    Há um enorme deslocamento vertical no leito do mar como resultado do tremor, e isso movimenta um enorme volume de água. Pode-se imaginar que, se a ruptura é de mil quilômetros de comprimento com um deslocamento de dez metros no leito do mar, isso envolve centenas de quilômetros cúbicos de água e resulta em uma onda que atravessa o oceano.

    Nas profundezas do oceano, a altura da onda pode ser de poucos metros, talvez 5 m ou 10 m, e ela se move a umas poucas centenas de quilômetros por hora. Isto significa que ela se move relativamente devagar se comparado com as ondas sísmicas do tremor, e ela chegou horas depois às áreas costeiras que estão em volta de todo o Oceano Índico.

    Na medida em que a onda tsunami se aproxima do litoral, ela diminui de velocidade porque a água fica mais rasa e, com isso, a altura da onda aumenta bastante. Quando ela atinge a praia, pode ter de dez a vinte metros.

    Por que não houve aviso de que isto estava acontecendo?
    Há um sistema de alerta para tsunamis no Oceano Pacífico porque há um precedente histórico em que vários maremotos causaram tsunamis como este durante o século 20. Mas não há precedente real para um tsunami como esta no Oceano Índico. Então, esta é a primeira vez que isto acontece e não há sistema de alerta.

    Pode haver mais ondas de escala semelhante?
    É pouco provável que ocorram mais tsunamis do mesmo tamanho. O que normalmente acontece quando você tem um grande tremor é que eles continuam por vários dias. Eles costumam ser um pouco menores do que o principal abalo, embora não seja impossível que possa ocorrer mais um. Mas pode haver abalos sísmicos, e eles podem criar tsunamis menores.

  • BBC Brasil
    BBC Brasil - BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.