inclusão de arquivo javascript

 
 

Leão mata 13 pessoas em aldeias de Moçambique

23 de setembro de 2004 05h32

Um leão matou treze pessoas nos últimos dias, entre elas três crianças, nas aldeias de Muangaza e Quelimane, em Moçambique.

De acordo com o jornal Notícias, de Maputo, o leão, morto ontem por um grupo de caçadores, vagueava pelos arredores das povoados para atacar as pessoas que saíam deles, como foi o caso de três crianças que regressavam a suas casas da escola.

O animal também feriu outras três pessoas, duas delas gravemente, internadas depois do ataque em uma clínica local.

No início deste ano outro caso similar ocorreu na remota localidade de Palma, três mil quilômetros de Maputo, onde um leão matou dez pessoas.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.