inclusão de arquivo javascript

 
 

EUA: Obama irá se reunir com Hillary e Mccain

14 de novembro de 2008 12h36 atualizado às 14h53

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, reúne-se nesta sexta em Chicago com a senadora por Nova York, Hillary Clinton e, na segunda-feira, com o senador republicano John McCain, principais adversários que derrotou na eleição, informou a imprensa americana.

Hillary Clinton, 61 anos, foi a maior rival de Obama durante as eleições primárias democratas, e segundo as cadeias CNN e NBC de televisão, o presidente eleito a considera como possível secretária de Estado em seu Governo, que começa em 20 de janeiro.

O jornal The New York Post informou hoje que Hillary viajou para Chicago, embora a senadora tenha dito que iria por assuntos pessoais, e a cadeia MSNBC de televisão disse hoje que ela se reunirá com Obama.

Durante os debates pré-eleitorais, Hillary Clinton, que esteve perto de ser a primeira mulher candidata presidência por um dos dois grandes partidos dos EUA, classificou a Obama como carente de experiência e ingênuo em matéria de política internacional.

McCain, 72 anos, no discurso em que reconheceu sua derrota na noite de 4 de novembro, manifestou sua disposição de cooperar com o futuro presidente, e convocou seus milhões de eleitores a "trabalharem pelo país".

Stéphanie Cutter, porta-voz de Obama, disse hoje que durante a reunião na segunda-feira em Chicago, o presidente eleito e McCain conversarão também com o senador republicano Lindsey Graham, e com o representante democrata Rahm Emanuel, designado como chefe de gabinete do futuro Governo.

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.