inclusão de arquivo javascript

 
 

Morre um dos homens mais gordos do mundo

08 de outubro de 2008 04h03 atualizado às 05h53

José Luis Garza Ramírez, 47 anos, considerado um dos homens mais gordos do mundo, com 452 kg, morreu no município de Juaréz, norte do estado de Nuevo Léon, devido a complicações cardíacas, segundo um funcionário da Proteção Civil. Recentemente Garza havia feito um apelo na televisão mexicana para que ajudassem com seu problema de peso.

Armando Morales, que participou da operação de resgate e translado de Garza, explicou que receberam o pedido para auxiliar o transporte do paciente até o hospital Metropolitano. "Tivemos que quebrar a parede, abrir uma passagem de 2,5m x 2m para poder retirar a cama e colocá-lo em uma caminhonete aberta", disse Morales.

Ele também informou que "lamentavelmente" quando chegaram ao hospital, Garza já não apresentava sinais vitais, o que foi confirmado pelo médico que informou a morte.

Morales contou que, segundo dados do médico forense, Garza pesava 452 kg. Há seis dias, em uma visita médica, o doutor havia constatado 470 kg. A causa da morte foi uma falha no coração. Acrescentou também que, nos últimos dias, Garza apresentou complicações, vomitando todos os alimentos que ingeria, o que somou aos seus outros problemas de saúde.

"Garza sofria de diabetes, tinha problemas no coração, nos pulmões e rins pois retinha muito líquido", disse.

Durante o trajeto até o hospital, Garza foi acompanhado por seus cinco irmãos que o ajudaram todo o tempo, já que seus pais não vivem mais.

Segundo Morales, em Monterrey há outra pessoa que era considerada a mais pesada do mundo. Manuel Uribe, que entrou para o Guinness quando pesava 560 kg, emagreceu mais de 300 kg e recentemente anunciou que irá se casar. Atualmente, Uribe pesa 240kg.

Redação Terra