inclusão de arquivo javascript

 
 

"Bebê Jessica" ganhará US$ 1 milhão aos 25 anos

20 de outubro de 2007 12h32 atualizado às 13h16

Equipes de resgate carregam Jessica, pouco depois de ser retirada de um poço abandonado, em Midland, no dia 16 de outubro de 1987 . Foto: AP

Equipes de resgate carregam Jessica, pouco depois de ser retirada de um poço abandonado, em Midland, no dia 16 de outubro de 1987
Foto: AP

A americana Jessica McClure, 21 anos, que ficou conhecida mundialmente ao cair em um poço abandonado no quintal de sua casa há 20 anos, deve ganhar uma forturna de US$ 1 milhão (cerca de R$ 2 milhões) quando completar 25 anos. Ela tinha 18 meses quando passou dois dias e meio dentro de um buraco, a mais de 6 m abaixo do solo, na cidade de Midland, no Estado do Texas.

» Veja fotos do resgate
» Fralda suja salva bebê de queda
» Bebê enterrada é resgatada na Índia
» Bebê chinês cai do 8º andar

Desde o acidente, Jessica viveu longe dos holofotes da imprensa. Hoje ela leva uma vida discreta como dona de casa e mãe de um filho, ainda na mesma cidade. Contudo, a realidade da jovem pode se transformar por completo quando ela receber o dinheiro das doações feitas por pessoas de todo mundo que se comoveram com o acidente na época.

Há pelo menos US$ 1 milhão no fundo, embargado por mais três anos e meio. Richardo Morales, tio do marido de Jessica, afirmou que ela planeja criar uma poupança para guardar o dinheiro para o filho, Simon.

Filha do casal de adolescentes Chip e Cissy McClure, Jessica brincava com a irmã no quintal de casa quando a mãe deixou as crianças sozinhas para atender o telefone dentro da residência. Minutos depois, a criança desapareceu dentro do poço abandonado.

Os bombeiros conseguiram retirá-la do buraco somente dois dias e meio depois. Ela tinha um ferimento grande na cabeça, vários arranhões e estava coberta de terra. O evento foi televisionado e o bebê virou objeto de comoção internacional.

As imagens do resgate, registradas pelo fotógrafo Scott Shaw, ganharam o prêmio Pulitzer naquele ano. A família chegou a receber um telefonema do então presidente Ronald Reagan e a visita no hospital do vice-presidente dos Estados Unidos na época, George Bush, e de sua mulher.

AP - Copyright 2007 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.