inclusão de arquivo javascript

 
 

Mensagem de "Chaves" contra aborto causa críticas

04 de abril de 2007 15h00

O humorista mexicano Roberto Gómez Bolaños, produtor e protagonista do popular seriado Chaves, foi alvo de críticas por gravar uma mensagem onde reprova a prática do aborto. A mensagem foi exibida no auge de uma polêmica sobre o tema, no momento em que a Assembléia Legislativa da capital do México discute um projeto para discriminalizar o aborto, o que mobilizou ONGs a favor e contra a prática, bem como grupos de direita e organizações de centro e de esquerda.

Segundo a agência Ansa, Legisladores de praticamente todas as forças políticas, no Parlamento da cidade, exceto do Partido da Ação Nacional (PAN), de caráter conservador, reprovaram a posição e anunciaram que estão preparando outro anúncio na TV como resposta.

Na mensagem de vídeo, Bolanõs relata que quando sua mãe estava grávida, sofreu um acidente. Um médico recomendou que ela abortasse e ela se recusou. "Podemos dizer que (minha mãe) defendeu a vida, a minha vida, e graças a ela estou aqui", ressaltou Bolaños, que incorporou o personagem. Logo depois, aparece um aviso em que a propaganda convida os espectadores a abortarem "a lei, e não a vida".

Em resposta, a escritora mexicana Guadalupe Loaeza lembrou que a avó de Adolf Hitler, María Anna Schicklgruber, era mãe solteira, pobre e estava com 42 anos quando ficou grávida do pai do ditador. Se ela tivesse abordado, "a humanidade teria evitado 50 milhões de vítimas".

Os parlamentares que apóiam a descriminalização do aborto dizem que nem o "Chapolin Colorado" evitará que as reformas do Código Penal sejam aprovadas. A lei do aborto será analisada nas comissões do Congresso a partir de segunda-feira.

A diretora do Instituto das Mulheres do Distrito Federal, Martha Lucia Micher, reprovou a mensagem contra o aborto promovida por Bolaños. "Se me permite dizer, respeito a postura do Chaves, mas quero dizer que sua mãe teve o direito de decidir e é para isso que estamos todos lutando", afirmou ela.

Redação Terra